Um milhão e oitocentas mil. Essa é a quantidade de palavras que equivale a um minuto de vídeo, segundo o estudo por Forrester Research. (Leia mais sobre isso em: Viver de Blog)

Como conhecidamente o ditado dizia “uma imagem vale mais que mil palavras”, essa estatística expõe uma razão a mais para se usar elementos audiovisuais para difundir seu produto e impulsionar seu negócio.

Contudo, para dominar bem este recurso, não basta apenas criar um vídeo genérico e postá-lo de maneira pontual em suas mídias digitais. Para colher resultados duradouros, é necessário fazer dos audiovisuais utensílios de sua estratégia de marketing global, alinhados com as etapas de vendas. Um estudo do Grupo Aberdeen revela que 60% das empresas líderes de mercado usam vídeos atualmente ao longo das etapas do funil de marketing (ver imagem abaixo).

 

Um caso de uso de vídeo marketing de alto nível não apenas gera novos leads¹, como também é capaz de direcionar seus clientes através de cada etapa do funil de vendas² para mantê-los interessados no que você tem a oferecer. Um conjunto dinâmico de conteúdos específicos em vídeos para cada fase do ciclo de vendas é a regra de ouro, se você está buscando aumentar seu alcance e, consequentemente, suas vendas.
[Tweet “”Impulsione vendas criando um mix de conteúdo em vídeos para cada fase do funil de marketing.””]

O topo do Funil

 

Para começar, o conteúdo do topo do funil deve ser unicamente para apresentar-se ao seu público-alvo, deixá-lo ciente da existência de um produto ou serviço que oferece uma solução a ele. Estes vídeos devem ser atrativos para captar a atenção do espectador em poucos segundos enquanto conta como seu produto ou serviço pode resolver uma dor³ específica de seu cliente. Quanto mais personificação no conteúdo, melhor – conte uma história que o espectador vai se identificar de imediato. Vídeos explicativos para dispor em sua landing page também funcionam bem.

  • Veja este ótimo exemplo da H2App abaixo:

Que tipo de vídeos produzir nesta fase:

Dicas e Como Fazer: Elabore listas de dicas relevantes sobre um conteúdo relacionado ao seu produto ou sobre o problema que ele resolve. Demonstre como fazer ações simples que ajudam de fato o seu target, assim você atrairá interessados, ou potenciais compradores. Mostrar que você está comprometido com este tema (vinculado ao seu produto) reforça a credibilidade que você tem no ramo.

Infográficos em vídeo: Crie uma infografia sobre um tópico relevante e/ou atual de seu mercado e a formate em apresentação animada. É uma forma simples de impulsionar sua divulgação e gerar engajamento.

Conteúdo bem-humorado e humanizado: Use efeitos de edição descontraídos e mostre à sua audiência o seu escritório, apresente sua equipe ou crie situações cômicas no cotidiano do trabalho. Isso constrói uma imagem agradável a seu público em geral e curiosidade para saber mais sobre você.

A metade do Funil

Nesta fase, sua audiência encontrada aqui já é considerada prospects, ou seja, leads que têm intenção de compra. Desse modo, a maior parte do seu conteúdo deve ser enfocada aqui, onde seus potenciais clientes podem entender melhor sobre seu produto, avaliá-lo e, por último, efetivar a ação esperada: a compra.

Não é a quantidade em si que importa, mas sim a qualidade da informação – crie um conteúdo útil para ajudar no processo de decisão de seu consumidor e mostrar a ele que você é a solução que estava procurando.

Que tipo de vídeos produzir:

Depoimentos de Clientes: Compartilhe a opinião de seus clientes e relatos de como o seu produto ou serviço tem os ajudado em determinadas áreas.

Demos de Produto: Mostre de forma mais profunda como funciona seu produto/serviço e antecipe as possíveis dúvidas de seus clientes.

  • Veja este excelente exemplo do CotaBox mostrando seu produto passo-a-passo:


 Por Iara Rodrigues

*Dica: Temos templates especiais para demos de produto que te ajudarão a começar com o pé direito.

Vídeo de Casos de Sucesso: Mostre como seus melhores clientes têm usado seu produto para determinados propósitos com ótimos resultados.

 

O Fim do Funil

Enquanto os vídeos anteriores contribuiram para fechar o negócio, na ponta do funil eles servirão para fazer o follow up pós-venda. É importante assegurar o cliente de que ele fez a escolha certa, estreitar laços de confiança e construir um relacionamento com ele, pois o mesmo cliente pode voltar a adquirir seu produto e/ou se tornar influenciador para novos leads para o seu negócio. *Lembre-se que pessoas são 12 vezes mais persuadidas por outras pessoas do que por profissionais de marketing.

Que tipo de vídeos produzir:

FAQs: Prepare uma série de questões sobre o seu produto que podem ser respondidas por meio de um vídeo.

Vídeo Instrutivos: Antecipe quaisquer dúvidas que seus clientes possam ter pós-venda. É muito comum surgirem dúvidas dependendo de seu produto/serviço, então seja atencioso às necessidades de seus clientes mesmo após a venda.

Atualizações do Produto: Mantenha seus clientes atualizados sobre qualquer novo desenvolvimento, pacote de serviços, preços, lançamentos ou outros novos recursos que podem incentivar uma nova venda ou ser de interesse geral.

*Dica extra: Certifique-se de que seja fácil entrar em contato com você, inclua botões de Call-To-Action no final do vídeo vinculados ao link de sua página de Contato ou inclua diretamente seu email e/ou telefone.

[Tweet “”Use vídeos para adquirir novos leads, cultivar relacionamentos e convertê-los a clientes.””]

 

Conclusão do artigo em um parágrafo:

Em síntese, vídeo não é apenas o formato de conteúdo preferido por muitos leads, como também é altamente persuasivo. Criando diversos tipos ao longo do funil de vendas, você estará conduzindo seus potenciais clientes à aquisição, além de estar agregando credibilidade à sua imagem, impulsionando seu negócio, gerando engajamento e melhorando os resultados.

 

¨

¹ Leads: pessoas que demonstraram interesse no seu produto/serviço – visitaram o site da empresa, entraram em contato ou se inscreveram em seu mailing.

² Funil de vendas: é o processo de aquisição de um cliente, desde que conhece seu produto até que você ganhe sua confiança e ele adquire seu produto.

³ Dito de marketing para designar um problema de determinado público-alvo a ser resolvido.